Ao Vomitório

from by Igapó de Almas

/

lyrics

Não havia mais pedras nas mãos pela manhã, havia pedras atiradas por todos os cantos. Entraram rápido e foram direto para o vomitório, tudo que havia estava pronto para ser despejado. Noite revirada mal coberta, apressada. Amanheceu aos pedaços, desarrumado, espalhado pelo chão. Prateleiras vazias, no espaço esquadrejado só prateleiras vazias, aos horizontes perpendiculares que sobem ao infinito, transversais que entram, diagonais que se abrem. Nessa imensidão silenciosa eu e nós. Ontem a lua estava no céu, eu e nós vimos, arrumei o olhar e ela ficou, acima de telhados ao lado de um prédio, lá no alto. De manha cedo o sol foi se enfiando pelas frestas. Essa tanta luz me arregala. É manha estou na prateleira.

credits

from "A", track released April 15, 2014
Composição: Pedras e Walter
Arranjo: Pedras e Walter
Edição: Pedras e Walter
Mixagem: Walter Nazário
Letra: Netuno Leão
Leitura: Netuno Leão
Sinth x: Pedras
Sinth y: Walter Nazário
back vocal: Pedras e Walter

tags

license

all rights reserved

about

Igapó de Almas Natal, Brazil

O Igapó de Almas tem a necessidade de estar em conexão com múltiplas sonoridades. desde os ritmos étnicos e da poética popular até as possibilidades da música contemporânea/The "Igapó de Almas" have a necessity to be in connection with multiple kinds of sounds, from the ethnic rithms and the folk brazilian poetry to the possibilities of the contemporary music. ... more

contact / help

Contact Igapó de Almas

Streaming and
Download help